Next events

30

October

  ·  

22:00
Novos Talentos do Jazz | Orquestra Jazz de Matosinhos & Miguel Meirinhos
Teatro Municipal de Matosinhos Constantino Nery

Miguel Meirinhos tem bem enraizada a tradição jazzística na sua abordagem ao piano mas também se podem ouvir influências da música erudita do século XX na sua sonoridade. Nascido em 1998, é um dos músicos mais promissores da sua geração e por isso é o solista convidado pela Orquestra Jazz de Matosinhos nesta 14ª edição do ciclo Novos Talentos do Jazz

O pianista do Porto é licenciado em Performance Jazz pela Escola Superior de Música e Artes do Espectáculo e faz parte de vários projectos de música original como o quarteto de Mário Barreiros, o quarteto de Nuno Campos com quem gravou o disco TaCatarinaTen, Residencial 2.0 e o projecto com a cantora Joana Raquel com quem lançará em breve o disco Ninhos sobre as Nuvens.


Marca fundamental do ciclo Novos Talentos do Jazz é o solista convidado, além de escolher temas do vasto repertório da Orquestra, trazer composições suas para serem arranjadas e interpretadas no universo da Big Band. Shmeckles e Finta são os dois temas originais de Miguel Meirinhos que serão ouvidos com arranjos de José Pedro Coelho e João Pedro Brandão, respectivamente, na noite de 30 de Outubro no Teatro Municipal de Matosinhos Constantino Nery. 


O ciclo Novos Talentos do Jazz realiza-se desde 2014 com o apoio da Câmara Municipal de Matosinhos.

 

 



Image
Image
Image
Image
Image
Image

Orquestra Jazz de Matosinhos is a nonprofit institution promoting creativity, research, education and public awareness in the field of Jazz. With the support of the Matosinhos City Council and combining international ambition with a deep involvement with the local community, OJM plays the role of a National Jazz Orchestra.


OJM considers itself a pioneer in a largely unexplored territory.

Image
Image
Image
Image
CARA

CARA is an innovative recording studio, performance center and research facility. We are committed to explore new ways of leveraging the use of technology to promote musical excellency, as part of our performance activity, and to foster the emergence of new paradigms for musical education, as part of our educational department. Throughout the year, a multidisciplinary team develops a large number of projects, both in schools and in-house, in an innovative and wide scope approach to education fueled by research and focused on music and improvisation.