Image
Orquestra Jazz de Matosinhos & Sérgio Godinho

Com uma carreira artística que se prolonga há 45 anos de modo quase intocável, Sérgio Godinho tornou-se um ícone capaz de reunir à volta das suas canções gerações de diferentes idades, vivências e aspirações. O insuperável acervo de canções que escreveu e gravou desde que se estreou em disco, em 1971, inclui alguns dos clássicos maiores da música cantada em português do último meio século. Num projeto especial que conta com a participação do compositor/cantor, a Orquestra Jazz de Matosinhos lança-se sobre a música de Sérgio Godinho com arranjos originais sobre canções inesquecíveis como “O Primeiro Dia”, “É Terça-Feira”, “Com um Brilhozinho nos Olhos”, “Cuidado Com as Imitações”, “Liberdade” e “Coro das Velhas”, palavras e melodias que atestam um enorme talento para traduzir experiências e emoções universais.


O convite a Sérgio Godinho vem no seguimento do trabalho que a OJM tem desenvolvido nos últimos anos com vozes oriundas dos mais variados universos musicais, desde o jazz à música brasileira, passando pela world music e a pop. Depois de Maria Rita, Mayra Andrade e Manuela Azevedo, é a vez de uma das maiores vozes do nosso país, Sérgio Godinho.

Eventos

2018


julho


27

|

Praça Guilhermina Suggia, Matosinhos

A Orquestra Jazz de Matosinhos volta a partilhar o palco com Sérgio Godinho. Este concerto está integrado na programação do festival Matosinhos em Jazz e vai reproduzir o espectáculo estreado há dois anos onde o cantautor revisitou algumas das suas músicas mais emblemáticas com arranjos para big band. “O Primeiro Dia”, “É Terça-Feira”, “Com um Brilhozinho nos Olhos”, “Cuidado com as Imitações”, “Liberdade” e “Coro das Velhas” são algumas das músicas que ganham nova vida sem perder a magia que as distingue.

Recorde-se que o convite lançado a Sérgio Godinho vem no seguimento do trabalho que a OJM tem desenvolvido nos últimos anos com vozes oriundas dos mais variados universos musicais e que contou já com a parcerias com Dee Dee Bridgewater, Maria Rita, Mayra Andrade, Manuela Azevedo e, mais recentemente, com Manel Cruz.

Matosinhos em Jazz acontece em vários espaços públicos de Matosinhos durante o mês de Julho, e é uma organização da Câmara Municipal de Matosinhos em parceria com a produtora Arruada.

Entrada gratuita.

Convidados: Sérgio Godinho (voz)

Direção Musical: Pedro Guedes

Música: Sérgio Godinho

Arranjos: Carlos Azevedo, Pedro Guedes, Telmo Marques

Madeiras: José Luís Rego, João Guimarães, Mário Santos, José Pedro Coelho, Rui Teixeira

Trompete: Luís Macedo, Ricardo Formoso, Javier Pereiro, Rogério Ribeiro

Trombone: Daniel Dias, Paulo Perfeito, Andreia Santos, Gonçalo Dias

Secção Rítmica: Miguel Moreira (guitarra), Carlos Azevedo (piano), José Carlos Barbosa (contrabaixo), Marcos Cavaleiro (bateria), António Sérgio Lima (percussão)

Image
2017


julho


17

|

Teatro São Luiz, Lisboa

Com uma já longa carreira artística, Sérgio Godinho tornou-se um ícone capaz de reunir gerações de diferentes idades e vivências. O insuperável acervo de canções que escreveu e gravou desde que se estreou em disco, em 1971, inclui alguns dos clássicos maiores da música cantada em português do último meio século.

Num projeto especial que conta com a participação do compositor/cantor, a Orquestra Jazz de Matosinhos recriou a música de Sérgio Godinho com arranjos originais sobre canções inesquecíveis como O Primeiro Dia, É Terça-Feira, Com um Brilhozinho nos Olhos, Cuidado com as Imitações, Liberdade ou Coro das Velhas.

mais informações em www.teatrosaoluiz.pt

Convidados: Sérgio Godinho (voz)

Direção Musical: Pedro Guedes

Música: Sérgio Godinho

Arranjos: Carlos Azevedo, Pedro Guedes, Telmo Marques

Madeiras: José Luís Rego, João Guimarães, Mário Santos, José Pedro Coelho, Rui Teixeira

Trompete: Luís Macedo, Ricardo Formoso, Javier Pereiro, Rogério Ribeiro

Trombone: Daniel Dias, Paulo Perfeito, Andreia Santos, Gonçalo Dias

Secção Rítmica: Miguel Moreira (guitarra), Carlos Azevedo (piano), José Carlos Barbosa (contrabaixo), Marcos Cavaleiro (bateria), António Sérgio Lima (percussão)

Image
2016


setembro


9

|

Avenida dos Aliados, Porto

“Com um Brilhozinho nos olhos”, “Dança da Velha”, “Liberdade”, “Maré Alta”, “Arranja-me um Emprego” e muitos outros sucessos da música popular portuguesa vão estar no centro deste concerto. Música de Sérgio Godinho que nos é revelada numa nova roupagem, fruto dos arranjos para big band realizados por Carlos Azevedo, Pedro Guedes e Telmo Marques.

A Orquestra Jazz de Matosinhos e Sérgio Godinho voltam a partilhar o palco e novamente na cidade do Porto. Desta vez, na Avenida dos Aliados e a entrada é livre.

Concerto oferecido à cidade pela Câmara Municipal do Porto e pela Fundação Casa da Música.

Convidados: Sérgio Godinho (voz)

Direção Musical: Pedro Guedes

Música: Sérgio Godinho

Arranjos: Carlos Azevedo, Pedro Guedes, Telmo Marques

Madeiras: José Luís Rego, João Guimarães, Mário Santos, José Pedro Coelho, Rui Teixeira

Trompete: Luís Macedo, Ricardo Formoso, Javier Pereiro, Rogério Ribeiro

Trombone: Daniel Dias, Paulo Perfeito, Andreia Santos, Gonçalo Dias

Secção Rítmica: Miguel Moreira (guitarra), Carlos Azevedo (piano), José Carlos Barbosa (contrabaixo), Marcos Cavaleiro (bateria), António Sérgio Lima (percussão)

Image
Image
Image
Image
Image
Image
Image
Image
Image
Image
2016


junho


19

|

Casa da Música (Sala Suggia), Porto

Com uma carreira artística que se prolonga há 45 anos de modo quase intocável, Sérgio Godinho tornou-se um ícone capaz de reunir à volta das suas canções gerações de diferentes idades, vivências e aspirações. O insuperável acervo de canções que escreveu e gravou desde que se estreou em disco, em 1971, inclui alguns dos clássicos maiores da música cantada em português do último meio século. Num projeto especial que conta com a participação do compositor/cantor, a Orquestra Jazz de Matosinhos lança-se sobre a música de Sérgio Godinho com arranjos originais sobre canções inesquecíveis como “O Primeiro Dia”, “É Terça-Feira”, “Com um Brilhozinho nos Olhos”, “Cuidado Com as Imitações”, “Liberdade” e “Coro das Velhas”, palavras e melodias que atestam um enorme talento para traduzir experiências e emoções universais.

O convite a Sérgio Godinho vem no seguimento do trabalho que a OJM tem desenvolvido nos últimos anos com vozes oriundas dos mais variados universos musicais, desde o jazz à música brasileira, passando pela world music e a pop. Depois de Maria Rita, Mayra Andrade e Manuela Azevedo, é a vez de uma das maiores vozes masculinas do nosso país, Sérgio Godinho.

Convidados: Sérgio Godinho (voz)

Direção Musical: Pedro Guedes

Música: Sérgio Godinho

Arranjos: Carlos Azevedo, Pedro Guedes, Telmo Marques

Madeiras: José Luís Rego, João Guimarães, Mário Santos, José Pedro Coelho, Rui Teixeira

Trompete: Luís Macedo, Ricardo Formoso, Javier Pereiro, Rogério Ribeiro

Trombone: Daniel Dias, Paulo Perfeito, Andreia Santos, Gonçalo Dias

Secção Rítmica: Miguel Moreira (guitarra), Carlos Azevedo (piano), José Carlos Barbosa (contrabaixo), Marcos Cavaleiro (bateria), António Sérgio Lima (percussão)

Image
Image
Image
Image
Image
Image
Image
Image
Image
Image
Image
Image
Image
Image
Image
Image
Image
Image
Image
Image
Image
Image
Image
Image
Image

Clipping

Image

Fechar

PARTILHAR