Image
Orquestra Jazz de Matosinhos & Rebecca Martin

Sobre

Eventos

Vídeos

Reconhecida como uma das mais talentosas e versáteis cantora e compositora da sua geração, Rebecca Martin destaca-se no mundo do Jazz pela ponte que construiu com alguns dos mais estimados músicos da cena mundial.


Convidada pela Orquestra Jazz de Matosinhos para se estrear em Portugal, a cantora norte-americana contemporânea do pianista Brad Mehldau, do saxofonista Chris Cheek e do guitarrista Kurt Rosenwinkel, bem conhecidos da OJM, promete encantar com originais e standards. A sua estreia na música aconteceu ao lado de Jesse Harris com quem formou os Once Blue. O álbum de estreia saiu em 1995 e teve repercussão internacional.


Em 1998, Rebecca Martin iniciou uma carreira a solo focada na sua música original, uma mistura de rock, pop, folk e jazz. O primeiro disco, escrito e produzido por si, intitulou-se “Thoroughfare”. Pouco depois, em 2002, conquistava definitivamente a crítica com o disco de standards “Middlehope”, que revelou a sua abordagem original a um repertório bem conhecido. The New York Time nomeou como um dos 10 melhores álbuns de jazz do ano. O segundo álbum de originais saiu em 2004, “People behave like ballads”. Um ano mais tarde tornou-se na primeira cantora a acompanhar em disco o baterista e compositor de jazz Paul Motian. Esta parceria foi marcante na carreira de Rebecca Martin.


Em 2008 voltou a editar em nome próprio, “The Growing Season”, um álbum produzido por Kurt Rosenwinkel. O sucesso deste trabalho levou a que fosse convidada a tocar no nova-iorquino Village Vanguard tornando-se na primeira cantora-compositora a actuar neste clube de jazz em mais de 30 anos. Este trabalho valeu-lhe também o prémio para melhor álbum folk/cantautor nos Independent Music Awards de 2009. Um ano mais tarde editou “When I Was Long Ago” e em 2013 “Twain”.


Paralelamente à carreira musical, Rebecca Martin desenvolve um trabalho intenso junto da comunidade na sua terra adoptiva, Kingston/Nova Iorque, promovendo a transparência governamental e o envolvimento cívico. Nomeada activista da comunidade em 2009, fundou o Kingston Citizens em 2006 como forma de entender o trabalho do governo local e criar uma plataforma de envolvimento da sociedade civil nas decisões que envolvem a sua zona.


A música original de Rebecca Martin e repertório do cancioneiro americano são o foco deste projeto ao lado da Orquestra Jazz de Matosinhos.

Eventos

2017


dezembro


1

|

Auditori del Conservatori del Liceu, Barcelona

AUDITORI DEL CONSERVATORI DEL LICEU, VOLL-DAMM FESTIVAL INTERNACIONAL DE JAZZ DE BARCELONA

Depois de integrar a banda Once Blue, nos anos 90, da qual faziam parte músicos de jazz que se tornaram bem conhecidos, Rebecca Martin iniciou uma carreira a solo focada na sua música original, uma mistura de rock, pop, folk e jazz. O primeiro disco, escrito e produzido por si, intitulou-se Thoroughfare. Pouco depois, em 2002, conquistava definitivamente a crítica com o disco de standards Middlehope, que revelou a sua abordagem original a um repertório bem conhecido. Elogiada por juntar uma forte sensibilidade pop aos recursos de um músico de jazz, gravou com Paul Motion e foi a primeira cantora-compositora a actuar no club de jazz Village Vanguard de Nova Iorque em mais de 30 anos. A música original de Rebecca Martin e repertório do cancioneiro americano são o foco deste concerto ao lado da Orquestra Jazz de Matosinhos na 49.ª edição do Voll-Damm Festival Internacional de Jazz de Barcelona.




mais informações em www.jazz.barcelona

Convidados: Rebecca Martin (voz)

Direção Musical: Pedro Guedes

Música e Letra: Rebecca Martin

Arranjos: Carlos Azevedo, Pedro Guedes

Madeiras: José Luís Rego, João Guimarães, Mário Santos, José Pedro Coelho, Rui Teixeira

Trompete: Gileno Santana, Ricardo Formoso, Rogério Ribeiro, Javier Pereiro

Trombone: Daniel Dias, Paulo Perfeito, Andreia Santos, Gonçalo Dias

Secção Rítmica: André Fernandes (guitarra), Carlos Azevedo (piano), Demian Cabaud (contrabaixo), Marcos Cavaleiro (bateria)

Image
Image
Image
Image
Image
2017


novembro


30

|

Casa da Música (Sala Suggia), Porto

Depois de integrar a banda Once Blue, nos anos 90, da qual faziam parte músicos de jazz que se tornaram bem conhecidos, Rebecca Martin iniciou uma carreira a solo focada na sua música original, uma mistura de rock, pop, folk e jazz. O primeiro disco, escrito e produzido por si, intitulou-se Thoroughfare. Pouco depois, em 2002, conquistava definitivamente a crítica com o disco de standards Middlehope, que revelou a sua abordagem original a um repertório bem conhecido. Elogiada por juntar uma forte sensibilidade pop aos recursos de um músico de jazz, gravou com Paul Motion e foi a primeira cantora-compositora a actuar no club de jazz Village Vanguard de Nova Iorque em mais de 30 anos. A música original de Rebecca Martin e repertório do cancioneiro americano são o foco deste concerto ao lado da Orquestra Jazz de Matosinhos.

Convidados: Rebecca Martin (voz)

Direção Musical: Pedro Guedes

Música e Letra: Rebecca Martin

Arranjos: Carlos Azevedo, Pedro Guedes

Madeiras: José Luís Rego, João Guimarães, Mário Santos, José Pedro Coelho, Rui Teixeira

Trompete: Gileno Santana, Ricardo Formoso, Rogério Ribeiro, Javier Pereiro

Trombone: Daniel Dias, Paulo Perfeito, Andreia Santos, Gonçalo Dias

Secção Rítmica: André Fernandes (guitarra), Carlos Azevedo (piano), Demian Cabaud (contrabaixo), Marcos Cavaleiro (bateria)

Image
Image
Image
Image
Image
Image
Image
Image
Image
Image
Image
Image
Image
Image
Image
Image

Vídeos

Fechar

PARTILHAR