None

OJM & ONP featuring Jason Moran, Dan Weiss, Chris Cheek

Vem de longe o fascínio pelos cruzamentos entre o jazz e a música sinfónica, entre os compositores de ambos os universos. Mas, mais do que isso, este projecto destaca-se pela combinação/fusão entre a big band e a orquestra sinfónica, que se tornam em muitos momentos uma formação única com possibilidades tímbricas e rítmicas enriquecidas.

As experiências pioneiras dos anos 20 merecem referência com Jazz Symphony de Georg Antheil, compositor norte-americano de origem alemã; mas as atenções voltam-se para duas novas composições escritas propositadamente para a ocasião, por encomenda da Câmara Municipal de Matosinhos. Layas (Ohad Talmor) é uma composição para piano, bateria e orquestras inspirada na música Hindustani, do norte da Índia. Teve como solistas as luminárias do jazz norte-americano Jason Moran e Dan Weiss. Crossfade, de Carlos Azevedo, é uma obra marcada pela espacialização dos timbres de ambas as formações e pela criação de novos timbres. Dedicada a Chris Cheek, que foi solista, inspira-se na linguagem do próprio saxofonista.